Uma década de bons horizontes 2

janeiro 12, 2011

Iniciamos 2011 comemorando 10 anos de uma grande experiência.

Em Janeiro de 2001 viajamos para Detroit nos EUA para conhecer o país e encontrar nosso professor e amigo Fernando Lara. Fizemos diversos passeios para conhecer algumas cidades (Chicago, Detroit, Ann Arbor, Oak Park e NY) e visitar edifícios projetados por importantes arquitetos como Frank Lloyd Wright, Mies Van der Rohe, SOM, Eero Saarinen, Steven Holl, etc.

Entre os vários dias de passeios acabamos tendo um dia de trabalho prático na Lawrence Tech University onde participamos de um Workshop. O workshop, coordenado pelos professores da universidade, tinha o objetivo de redesenhar o pátio central do campus, que incluia o novo prédio do curso de arquitetura, projetado pelo arquiteto Charles Gwathmey (fez parte do grupo New York  Five juntamente com Peter Eisenman, Michael Graves, John Hejduk e Richard Meier). Os três estudantes, Gabriel Velloso, Luiz Felipe de Farias e Marcelo Palhares, foram separados em grupos para ter a oportunidade de projetar com os estudantes americanos.

Esta experiência de turismo, cultura e arquitetura acabou nos inspirando a formar, um ano depois, a Horizontes Arquitetura e Urbanismo. Celebramos 10 anos desta viagem, agradecemos ao Fernando Lara pela oportunidade, e esperamos muitas décadas de bons projetos e boas parcerias!

Anúncios

12ª PREMIAÇÃO DE ARQUITETURA DO IAB-MG

dezembro 16, 2010

Os arquitetos Gabriel Velloso, Luiz Felipe de Farias e Marcelo Palhares da Horizontes Arquitetura e Urbanismo receberam um prêmio e duas menções honrosas na 12ª Premiação de Arquitetura do IAB-MG (Instituto de Arquitetos do Brasil-seção Minas Gerais). Os prêmios foram entregues  pela diretoria do IAB-MG em cerimônia realizada no último dia 13 de dezembro, no auditório da Escola de Arquitetura da UFMG.

A Premiação do IAB-MG tem reconhecida importância nacional e já premiou, em toda sua história, alguns dos mais importantes arquitetos mineiros. O intuito da premiação é destacar a contribuição dos arquitetos para a cultura e para a melhoria das cidades, com ênfase em: criatividade, valorização do projeto como ferramenta de tomada de decisão, melhor aproveitamento dos recursos naturais disponíveis, viabilidade e o compromisso com as necessidades e aspirações do homem contemporâneo.

As menções honrosas foram concedidas para dois projetos de interesse social: Intervenções na Pedreira Prado Lopes, projeto realizado para a Construtora Mello Azevedo, e Vila Barraginha, projeto realizado para a Práxis Projetos e Consultoria e para a Prefeitura de Contagem. O júri destacou a importância das intervenções para a criação de espaços urbanos de qualidade estética nas áreas degradadas.

O projeto premiado foi a exposição MOVA! Arquitetura, realizada pelo MHAB (Museu Histórico Abílio Barreto). O júri destacou a clareza comunicativa e a sobriedade da linguagem gráfica do projeto.

Nos sentimos muito honrados com esta premiação e satisfeitos por fechar o ano com um reconhecimento tão importante. Agradecemos a todos os profissionais e parceiros envolvidos no desenvolvimento dos projetos, e aos clientes que viabilizaram estes trabalhos.

ps. O arquiteto Fernando Luiz Lara, parceiro da Horizontes em projetos especiais, também foi premiado pelo projeto “Intervenção na Pedreira Prado Lopes”. Os demais premiados foram: MOVA! Arquitetura: Matheus Marques F. de Melo, Norah Turchetti, José Neves Bittencourt, Pedro Paulo Pereira, Joaquim A. Pereira. Vila Barraginha: Matheus Marques F. de Melo

 


3º FÓRUM HIS – HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL

outubro 6, 2010

Entre os dias 15 e 18 de Setembro realizou-se em Belo Horizonte a 7ª edição do MINASCON 2010, evento realizado pela FIEMG, que reuniu diversos agentes do setor da construção civil. Dentro da programação do evento ocorreu o 3º Fórum HIS-Habitação de Interesse Social, com organização do IAB-MG. Nossa equipe foi convidada a se apresentar neste evento técnico para debater os caminhos da habitação social no Brasil.

Além da Horizontes Arquitetura, diversos profissionais de destaque na área da habitação social apresentaram seus trabalhos, entre eles os arquitetos Pedro da Luz, Pablo Benetti, Demetre Anastassakis, os escritórios ArquiTraço e Chic da Silva e o presidente do IAB Nacional Arq. Gilson Paranhos.

A equipe da Horizontes, representada pelo arquiteto Marcelo Palhares, apresentou 6 projetos de interesse social, com destaque para conjuntos habitacionais e intervenções em vilas e favelas.  A apresentação ressaltou a importância dos processos participativos na fase de projeto, da flexibilidade de plantas e usos, a inserção do comércio como forma de geração de renda e, principalmente, da importância da criação de praças de uso público e  áreas verdes integradas com as unidades residenciais e ao longo das ruas e becos.

O debate se concentrou na necessidade de mudança dos paradigmas e dos modelos de atuação do poder público e dos órgãos financiadores, com intuito de elevar os parâmetros arquitetônicos exigidos para a habitação de interesse social.

No balanço final, os arquitetos presentes foram unanimes em defender a importância da contratação de projetos de qualidade pelos órgãos públicos como passo fundamental para alcançar os resultados esperados na melhoria da condição de vida da população carente.


Daejeon Biennial – Arquitetura Mineira na Coréia

novembro 10, 2009

..............

No período de 06 a 15 de novembro em Dajeon, Coréia do Sul, esta ocorrendo a “20th Architectural Exhibition of Daejeon” com organização da Universidade de Daejon e do Institudo de Arquitetos da Coréia do Sul. Como parte do evento haverá uma exposição mostrando 9 escritórios que representam a novíssima arquitetura mineira. A curadoria da exposição brasileira é dos arquitetos Fernando Lara e Carlos Teixeira.

Horizontes foi convidada para exibir três projetos de intervenção em vilas e favelas (Aglomerado da Serra, Morro das Pedras e Pedreira Prado Lopes).


PUC TV – “Minas Gerais: Arquitetura Contemporânea”

novembro 10, 2009

ARQBH 2008-09-14 030

Projeto: Horizontes Arquitetura e Matheus M. F. Melo

Colaboradores: Luciano Mendes de Lima (estagiário), Carlos Gomes Sós (estagiário)

Contratante . Proprietário: Pró-reitoria de infra-estrutura, PUC MINAS (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais)

ARQBH 2008-09-14 023

A PUC TV é uma emissora universitária de tv a cabo ligada à PUC Minas (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais). Seu funcionamento é destinado à formação e capacitação profissional dos estudantes de jornalismo e produção audiovisual da Universidade.

Visando aumentar a quantidade e a qualidade dos programas produzidos, a universidade decidiu oferecer uma sede própria para a PUC TV. O terreno selecionado fica no campus PUC Minas unidade Coração Eucarístico em Belo Horizonte, posicionado no alto de uma pequena elevação e coberto por arborização considerável.

O programa de necessidades foi definido conjuntamente entre arquitetos, pró-reitoria de infra-estrutura da Universidade e pela equipe da PUC TV. O edifício deveria, além de conter o setor administrativo, dar resposta a todas as necessidades demandadas por uma emissora de tv, principalmente na parte de instalações técnicas especiais para estúdio, salas de edição, salas de controle, sala de programação e cabines de gravação. Em suma, deveria dotar os alunos das melhores ferramentas necessárias para garantir sua formação prática, reproduzindo, em menor escala, as instalações que encontrarão no futuro nas empresas do setor.

Além das questões técnicas o programa exigia a preservação da arborização existente e o aproveitamento da estrutura de uma edificação existente (Casa dos Professores). Partindo destas premissas a equipe desenvolveu uma solução em dois blocos com área total de 335m². O setor técnico foi planejado em um grande bloco branco construído diretamente sobre a Casa dos Professores. O setor administrativo, circulação vertical e banheiros foram planejados em um volume anexo, volumetricamente mais trabalhado, conectado ao outro bloco por uma varanda/corredor.

ARQBH 2008-09-14 005

PUCTV-ANEXO C PROF-PE-FOTOS 2006-07-13 015O setor técnico contém todas as ilhas de edição, estúdio, além de salas de apoio à produção técnica da TV. Seu volume acompanha a simplicidade volumétrica da Casa dos Professores, formando uma grande caixa branca. O volume saliente do anexo foi objeto de maior atenção e cuidado da equipe que buscou uma solução agressiva e inusitada. A solução foi resolvida através de duas empenas cegas nas laterais e grandes panos de vidro inclinado na parte frontal e na caixa de escada, explorando as visadas da mata. As janelas amplas da caixa de escada e das salas, orientadas para a massa de árvores, dotam o edifício de vistas invejáveis e ajudam a criar um espaço de trabalho com ambiência mais agradável.

O funcionamento da PUC TV e da Casa dos Professores é totalmente independente. Para direcionar os fluxos de acesso o edifício apresenta um circulação vertical exclusiva para a PUC TV, dentro do volume principal, enquanto o acesso à Casa dos Professores se dá diretamente pelo 1º piso. Apesar da divisão em dois blocos totalmente distintos, o anexo consegue uma integração harmoniosa que se beneficia da simplicidade do volume da Casa dos Professores e salas técnicas, que acabaram funcionando como um pano de fundo.

ARQBH 2008-09-14 016

O edifício foi construído em sistema tradicional com pilares, vigas e lajes em concreto armado. As vedações externas são em alvenaria, divisórias internas do setor administrativo em dry-wall e divisórias internas do setor técnico em venezianas de alumínio. As grandes aberturas foram resolvidas com esquadrias de alumínio e vidro liso.

As definições de cores e revestimentos do edifício foram feitas de forma a realçar os elementos formais e estruturais, destacando com cores vibrantes seus elementos mais marcantes. O volume principal foi revestido com revestimento de quartzo escuro. O nome da PUC TV foi gravado em baixo relevo no revestimento da empena lateral. As bordas das lajes e peitoris das janelas foram pintadas em vermelho. As janelas inclinadas, em vidro liso verde, dotam o edifício de um perfil impactante e único.



“Minas Gerais: Arquitetura Contemporânea”

novembro 10, 2009

mg_arq_contemporanea-flyer_digital

O projeto da nova sede da PUC TV, elaborado pela Horizontes Arquitetura, foi selecionado para participar da exposição “Minas Gerais: Arquitetura Contemporânea”. A exposição acontece entre 13 de novembro e 06 de dezembro de 2009 na Casa do Baile, com objetivo de apresentar um panorama da produção arquitetônica recente em Minas Gerais, com foco na produção da capital.

A exposição apresenta uma seleção de aproximadamente 50 obras reconhecidas e relevantes, construídas a partir da segunda metade da década de 90 em Minas ou por arquitetos mineiros.

A realização é da Fundação Municipal de Cultura através do “Espaço Cultural Casa do Baile” com curadoria do arquiteto Carlos Alberto Maciel.


Minas Gerais and the Brazilian newest architecture

julho 21, 2009

A revista do Instituto Coreano de Arquitetos publicou uma matéria especial sobre a arquitetura de Minas Gerais. O texto é de autoria do arquiteto Fernando Luiz Lara (P.H.D., professor assistente da Universidade do Texas).

A matéria aborda a história da criação da cidade de Belo Horizonte com seus ideais modernistas e republicanos, e como isso proporcionou uma revolução na arquitetura brasileira do inicio do século XX.

Fernando Lara apresenta uma nova geração de arquitetos mineiros, destacando a atuação da Horizontes Arquitetura na área de habitação social e intervenção em vilas e favelas.

“(…) With a strong commitment to public works and client’s participation, Horizontes is already carving its place in Minas Gerais architecture despite being so young. Addressing the urgent need for better housing in a country famous for its inequality, Horizontes has managed to elevate the current discourse on public works such as parks and housing complexes for the poorest, by challenging the traditional ways of building using a rigorous albeit experimental design approach. The current city hall focus on favela’s infrastructure projects has awarded a number of young designers an invaluable opportunity to manifest and test their ideas. (…)”